segunda-feira, dezembro 11, 2006

Com este lápis te confundo

Não fui, certamente, o primeiro a quem isto aconteceu, e o erro foi rapidamente detectado.
Mas os dez segundos em que julguei que o tradutor de Musil, Celan e Benjamin tinha colocado um aparelho nos dentes foram os mais estupefactos dez segundos que passei na blogosfera.

1 comentário:

AMC disse...

Rogério,
Eu, depois de devidamente avisado pelo texto, segui o link e fiquei completamente atónito durante uns 10,9 seg., para não me chamar mesmo de estúpido.
O Barrento?
Colocou um aparelho e anuncia? E o "à lápis", então...
Está tudo d...
10,9 seg depois, pensei:
Ainda se tivesse escrito uma frase neocartesiana: "Escrito, há lápis!"
Um abraço