quarta-feira, dezembro 27, 2006

Filmes do ano


Não fui ao cinema vezes suficientes em 2006 para elaborar um top-ten honesto (o exemplo mais ilustrativo da minha decadente cinefilia: não consegui ainda arrastar-me do sofá para ir ver The Departed). De qualquer forma, nada tenho a acrescentar à opinião quase consensual - A History of Violence, seguido de eteceteras com maior ou menor discernimento.
Mas queria mencionar dois filmes que, salvo erro, ainda não estrearam em Portugal: o brilhante documentário The Bridge, de Eric Steel, sobre os suicidas da Ponte de São Francisco; e sobretudo Pan's Labyrinth, o novo filme de Gillermo del Toro. O género (em linguagem de cartaz: "conto-de-fadas para adultos") é um que costumo evitar como se evitam os cães hidrófobos, e no qual não vejo nada com interesse para aí desde Beetlejuice, mas que me parece ter finalmente produzido uma obra-prima inquestionável. Um filme, aliás, que deveria levar Tim Burton - o Tim Burton responsável por Big Fish, esse ultraje, essa indecência celulóide - a cometer suicídio ritual em praça pública, de preferência esventrando-se com um par de tesouras enferrujadas.

3 comentários:

j disse...

Ainda não te passou isso com o Tim Burton???

vasco disse...

Quando saí do "Big Fish" só me apeteceu reaver o meu dinheiro e largar uns quantos impropérios sobre a decadência da civilização ocidental. Mas já passava da meia-noite, havia pouca gente e o guichet estava fechado. Fui dormir.

Anónimo disse...

Vê-se se ganhas coragem para te "arrastares" do sofá e vai ver o "The Departed". Vá lá, não doi, não chora... E vais ver que valeu a pena o sacrifício.

António