sexta-feira, janeiro 04, 2008

Black Narcissus


(Porn poker: I see your lipstick and I'll raise you a Bible)

Já não se pode fumar na Cinemateca, mas ainda se pode escrever nas paredes da casa-de-banho. Em boa verdade, não entrava na casa-de-banho da Cinemateca para aí desde o ano 2000, e houve uma remodelação pelo meio. Creio que foi em 1999, numa maratona que incluiu o Nosferatu do Murnau, que tive a brilhante brilhante ideia de escrever REDRUM por cima dos urinóis, a caneta de feltro vermelha. (Fui um adolescente adorável, criativo, empreendedor, mas juro que não sei porque é que andava com canetas de feltro nos bolsos). De qualquer maneira, apraz-me revelar que a tradição foi mantida, se bem que, infelizmente, por alguém pouco dado ao feng shui Kubrickiano: o REDRUM actual encontra-se - num horrível azul-bebé, e com apenas metade das letras invertidas - numa parede perpendicular ao espelho, o que destrói totalmente o efeito pretendido.
Sobre o Black Narcissus propriamente dito é que este post não é, mas sobre isso já não há nada a fazer.

4 comentários:

aaa disse...

por acaso, já me tinha ocorrido qual seria o sentido de escrver REDRUM só com um dos R ao contrário, e sem ser em frente ao espelho. a pressa é mesmo inimiga da perfeição.

já agora,não havia disponível o close-up do baton?

Anónimo disse...

I see (Arts & Letters daily).

R. Casanova disse...

"já agora,não havia disponível o close-up do baton?"

Por acaso encontrei um na página do British Film Institute: http://www.bfi.org.uk/features/pilgrims/fantastic.html.

Mas gosto mais da imagem que aqui está.

Anónimo disse...

ora aí está como um patinho feio é um dos 5 meus melhores filmes...